Em um único dia, a XP Investimentos, empresa listada na Nasdaq, em Nova York, nos Estados Unidos, perdeu pouco mais de US$ 1 bilhão em valor de mercado. O montante representa cerca de R$ 4,9 bilhões.

As ações da companhia fecharam o pregão de quarta-feira (4) em retração de 8%, mas caíram 16% ao longo da sessão, depois da divulgação dos balanços relativos ao primeiro trimestre de 2022.

De acordo com a coluna Radar Econômico, da revista Veja, “a queda representa um recuo do valor de mercado para US$ 11,7 bilhões (R$ 57,3 bilhões).”

Ainda de acordo com o veículo, o fato de as receitas da XP apresentarem queda deixou o mercado financeiro preocupado em um primeiro momento. Algumas instituições, no entanto, acreditam que a fase ruim será passageira.

Os números relacionados à comissão média da XP na prestação de serviços ao investidor pessoa física diminuíram 11%, enquanto o lucro líquido caiu 9%, passando para US$ 201 milhões, ou seja, R$ 987 milhões, o primeiro resultado abaixo de R$ 1 bilhão em mais de um ano.

Outro risco levado em conta por analistas é o excesso de papéis em circulação depois que o Itaú adquiriu 11,36% do capital da XP. Investidores acreditam que o banco vai vender uma parte desse bolo.

“Embora a XP continue indo bem operacionalmente, nós acreditamos que a ação só vai se recuperar quando o Itaú e a Itaúsa se desfizerem da maior parte da fatia que eles ainda detêm na XP”, acreditam os economistas do JP Morgan.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.