O governador da Bahia, Rui Costa (PT), apareceu “de surpresa” na quinta-feira (14) no estúdio do apresentador Mário Kertesz, que estava ao vivo em seu programa de rádio.

Aparentemente ignorando a transmissão, o mandatário começou a “jogar conversa fora” e comentou sobre a rotina ao longo dos últimos dias. “Semana passada fiquei até duas da manhã atendendo prefeito”, disse.

O apresentador, então, perguntou acerca do ritmo da agenda do chefe do Executivo, se estava trabalhando pelos baianos ou fazendo política de olho nas eleições. “Ultimamente, mais política. Tô rodando, articulando candidaturas nos lugares, montando as chapas”, respondeu o petista.

Já que o próprio Rui Costa admitiu que o trabalho no governo da Bahia estava em segundo plano, o radialista seguiu o bate-papo no tom eleitoral e o questionou sobre as últimas pesquisas que mostram o crescimento do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Ao abordar o assunto, o governador respondeu que vê potencial em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para vencer a eleição até no primeiro turno, desde que o ex-presidente comece a falar “um pouco mais para o centro” e para os religiosos, especialmente os cristãos.

“Precisa falar um pouco mais de família. Fazer um aceno aos evangélicos. É menos encontrar com pastor e mais colocar a família no contexto”, declarou.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.