A aproximação entre o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB) e o ex-presidente Lula da Silva (PT) parece começar a trazer seus efeitos para o desenho de um plano econômico a ser apresentado na campanha eleitoral deste ano.

Recentemente, o ex-ministro petista Aloizio Mercadante, que coordena o grupo de economistas de Lula, teve um encontro com Pérsio Arida, ex-coordenador econômico e aliado de Alckmin nas últimas eleições.

Em declaração à revista Veja, Mercadante disse que cursou a faculdade com Arida e que possui “apreço” e “respeito” pelo colega. Também deu sinais de que as conversas podem evoluir para a construção de uma convergência entre o socialismo, de Lula, e a social-democracia, de Alckmin.

“Foi um diálogo sobre conjuntura e desafios e há disposição e interesse em aprofundar as discussões. Mas não há necessariamente compromisso com o programa de governo”, declarou Mercadante.

Pérsio Arida, por sua vez, afirmou que os dois sempre tiveram apreço mútuo, mas minimizou a reunião entre eles, dizendo ser um encontro normal como qualquer outro.

“Conversei com ele como tenho conversado com assessores de todos os candidatos, exceto Bolsonaro, é claro. Mas não tenho compromisso de colaborar ou fazer nenhum programa de governo. Foi uma conversa, só isso, sobre temas econômicos”, garantiu.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.