Em uma entrevista concedida a uma rádio paraibana nesta última terça-feira (15), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que tem preocupação em ser alvo de uma possível tentativa de assassinato.

A declaração foi proferida no momento em que ele respondia ao questionamento da apresentadora do programa, que lembrou uma declaração recente de Joaquim Barbosa.

Em fevereiro, o ex-integrante do Supremo Tribunal Federal (STF) disse que grupos radicais bolsonaristas poderiam matar o petista durante a eleição deste ano.

Ao comentar sobre o assunto, Lula atacou Bolsonaro e relacionou o chefe do Executivo a milicianos que, “quem sabe”, segundo ele, teriam tido relação com a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), em 2018, no Rio de Janeiro (RJ).

No fim de sua resposta, o ex-presidiário relata ter preocupação com a possibilidade de atentados, mas garante que “o povo brasileiro vai dar um golpe neste país e vai restabelecer a democracia”.

“A pergunta que eu faço é a seguinte: ele [Bolsonaro] só gosta de violência? O negócio dele é a relação dele apodrecida com uma parte dos milicianos desse país, que, quem sabe, foram os que mataram a Marielle, que ontem completou aniversário da morte dela. Então eu tenho preocupação, eu tenho preocupação [com um possível atentado], mas como eu sou uma pessoa de muita fé, de muita crença, eu sinceramente acho que o vai acontecer é que o povo brasileiro vai dar um golpe nesse país e vai restabelecer a democracia”, disparou.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.