Na contramão do Ocidente, o comércio mútuo e bilateral entre a Rússia e a China nos dois primeiros meses deste ano aumentou 38,5% em relação a 2021.

Os dados foram divulgados na segunda-feira (7) pela administração alfandegária chinesa e noticiados pela RT, uma rede de televisão financiada pela Rússia.

As exportações de Moscou para Pequim aumentaram 35,8% no período para US$ 13,8 bilhões, enquanto a Rússia importou US$ 12,6 bilhões em bens e serviços da China, um crescimento anual de 41,5%.

Ainda de acordo com o órgão do país comunista, o volume de negócios de janeiro a fevereiro atingiu US$ 26,43 bilhões.

No ano passado, o comércio russo-chinês atingiu um recorde de mais de US$ 148,8 bilhões, um aumento de 35,8% em relação a 2020, quando caiu 2,9% devido à crise sanitária da covid-19.

No geral, o superávit comercial da China atingiu US$ 59,77 bilhões nos primeiros dois meses de 2022, um aumento de 16,5% em relação ao mesmo período de 2021.

O saldo positivo da Rússia em janeiro e fevereiro atingiu US$ 1,19 bilhão, um aumento de 26,3% ao ano.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.