Marina Silva (Rede) entrou no radar eleitoral do Partido dos Trabalhadores (PT).

A sigla petista, cuja trajetória política é marcada por escândalos de corrupção e casos de polícia, tem noção de que é preciso traçar palanques suficientes para garantir que Luiz Inácio Lula da Silva — principal líder da legenda — tenha condições de ao menos chegar ao segundo turno com Jair Bolsonaro (PL).

O PT já acena para a ex-ministra do governo Lula, apesar de ela ter saído do partido sob discurso incisivo contra Lula.

Nos bastidores, Marina é tida como uma ‘grande admiradora’ do lulopetismo, ainda que apareça em determinadas ocasiões criticando o ex-presidente.

Marina Silva, de acordo com o portal Metrópoles, tem sido cogitada para concorrer ao Senado por São Paulo, “com o apoio de Lula e Fernando Haddad, pela Rede Sustentabilidade”, diz o site.

O que se sabe é que, até o momento, nenhum convite ou sondagem foi feito a Marina.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.