Facebook, Instagram, Twitter, Google e Mercado Livre quebraram o silêncio acerca do projeto de lei que tramita no Congresso Nacional sobre as fake news.

Aprovado no Senado e em tramitação na Câmara, o chamado PL das Fake News está prestes a ser votado pelos deputados.

Em uma carta conjunta, as big techs alertam que a proposta “passou a representar uma potencial ameaça para a Internet livre, democrática e aberta que conhecemos hoje”.

As companhias sustentam que, se o texto for aprovado como está, as plataformas serão desestimuladas a tomar medidas para manter o que chamam de “ambiente saudável online”.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.