A Polônia está pronta para ajudar a Ucrânia com mais armas defensivas.

É o que afirmou neste último sábado (19), em Munique, o primeiro-ministro polonês Mateusz Morawiecki.

“Estamos prontos para fornecer mais armas defensivas… armas que devem ser usadas para defender o território (da Ucrânia), defender cidades, defender pessoas, locais que enfrentam agressões do exército russo”, disse o mandatário.

Como se sabe, Kiev vive um risco de conflito com Moscou depois que Vladimir Putin ordenou o envio de 150 mil soldados para a fronteira ucraniana.

Mal-entendido?

Relatos de que a Ucrânia está bombardeando regiões controladas por separatistas apoiados por Moscou e dentro da fronteira russa são “puras mentiras”, declarou o presidente ucraniano, acrescentando que seu país não responderá a provocações.

Voldymyr Zelenskiy esteve com autoridades de segurança do Ocidente na Conferência de Segurança de Munique, em meio a relatos de explosões dentro do território russo ao leste da Ucrânia e nas regiões separatistas.

“O que foi mostrado nos territórios temporariamente ocupados, algumas bombas supostamente voando do nosso lado, algumas voando até Rostov, são puras mentiras”, esclareceu. “Eles estão explodindo algo no lado deles”, acrescentou.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.