A Brasil Paralelo, empresa de educação e entretenimento com sede em São Paulo (SP), vai lançar o seu primeiro documentário de 2022.

Com um nome bastante sugestivo, o próximo lançamento —dirigido por Marco Aslan e com produção executiva de Lucas Ferrugem— será transmitido nos dias 21, 22 e 23 deste mês, e abordará a temática “O Fim da Beleza”.

Não à toa, a obra será veiculada no ano do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922 e, segundo os idealizadores, trata-se de um tema “profundo e complexo”.

De modo inédito, o documentário trará diversos depoimentos e entrevistas, incluindo análises de historiadores, especialistas e estudiosos. Os nomes desta composição seleta, inclusive, já foram divulgados, como os de Ann Sussman, Jonathan Pageau e Theodore Dalrymple.

Ao longo da produção, será explanado uma série de questionamentos a respeito da sociedade e das referências de beleza.

“A decadência de uma sociedade cega para seus próprios problemas vai ser revelada pela Brasil Paralelo em nova tese”, diz trecho de uma publicação nas redes sociais. Nela, a BP destaca que o assunto em questão é tão importante quanto crises, Copa do Mundo e eleições.

“A primeira produção original da Brasil Paralelo em 2022 não foi escolhida por acaso. Para um ano importante como este, começaremos com uma tese inédita. Você finalmente vai enxergar aquilo que não querem que você veja”, acrescenta a empresa, conforme trechos veiculados nas plataformas digitais.

Mais informações podem ser obtidas no site oficial, incluindo um espaço de inscrição gratuita para quem desejar ter acesso a conteúdos exclusivos.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.