O governo da Argentina anunciou nesta quinta-feira (17) que pretende criar uma empresa estatal de alimentos. A intenção é conter a inflação após o fracasso da política de controle de preços implementada pelo presidente Alberto Fernández.

A proposta foi anunciada pela porta-voz Gabriela Cerrutti. Segundo ela, a medida permitirá que os alimentos de pequenos produtores cheguem às famílias com preços mais baixos.

Ainda conforme a representante governamental, o Executivo argentino estuda maneiras de permitir que o médio produtor possa distribuir suas mercadorias mais facilmente sem a interferência de produtos sazonais do mercado internacional.

Apesar de anunciar essas intenções, a porta-voz não deu detalhes de como a empresa pública vai funcionar ou quando começará a operar. Em janeiro, a inflação no país subiu 3,9%, totalizando uma taxa anual de 50,7%, uma das mais altas do mundo.

Nos próximos dias, o governo de Fernández tentará um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para renegociar a dívida de cerca de US$ 44,5 milhões. O refinanciamento depende do aval do Congresso e ainda não está claro se há votos suficientes para aprová-lo.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.